Dicas simples para deixar sua casa mais segura para as crianças.

thumb image

Crianças não param um minuto e se forem pequenas, geralmente não tem muita noção de perigo. Em tempos de quarentena e com os pequenos em casa 24h por dia, os riscos de acidentes domésticos fica ainda maior.

A ONG Criança Segura Safe Kids Brasil divulgou um dado interessante: cerca de 90% dos acidentes ou lesões não intencionais com crianças de até 14 anos poderiam ser evitados com modificações simples na residência, medidas de prevenção que muitas vezes são ignoradas por aquele pensamento retrógrado de que “isso não vai acontecer comigo”.

Quer um exemplo simples? Qual casa tem os números de emergência como SAMU e CORPO DE BOMBEIROS visível, sempre à mão? Seu filho sabe quem ele precisa chamar em caso de emergência? E você? Sabe pra onde deve começar a correr na hora de um acidente doméstico?

Separamos alguns pontos que consideramos de maior vulnerabilidade e vamos dar algumas soluções simples para deixar sua casa mais segura para seus filhos:

CUIDADOS NA COZINHA

Sem sombra de dúvidas, a cozinha é o local mais perigoso da casa para uma criança. São diversos riscos diários como objetos com ponta e corte (como facas e tesouras) e panelas no fogão. Geralmente os inofensivos sacos de plástico também estão por ali sempre à mão, que também podem oferecer risco de sufocamento.

Então cuidados simples podem diminuir os riscos de acidentes:

– Utilize sempre as bocas de trás em seu fogão na hora de cozinhar e certifique-se que os cabos das panelas estejam sempre virados para dentro, de forma que os pequenos não possam alcancá-los;

– Mantenha facas, tesouras e qualquer outro objeto cortante em ambientes fechados como gavetas ou porta objetos com tampa;

– Utilize puxa sacos em um lugar alto para que as sacolas plásticas de supermercados sejam mantidas fora do alcance das crianças.

CUIDADOS NO BANHEIRO

Você sabia que quando uma criança é pequena, o peso da sua cabeça pode ser proporcionalmente maior que do restante do corpo? Isso pode influenciar diretamente em seu equilíbrio, por isso nunca devem ficar sozinhas.

Comentamos isso porque ela pode se debruçar no vaso e não conseguir sair justamente por ter esse peso maior na cabeça, e com isso pode acabar se machucando ou até mesmo se afogando.

Estima-se que cerca de 10 segundos sejam suficientes para que uma criança fique submersa e em 2 minutos ela pode perder a consciência. Então, devemos ter alguns cuidados simples:

– Como já foi dito acima, NUNCA DEIXE A CRIANÇA SOZINHA NO BANHEIRO;

– Instale lacres de privada, pois eles impedem que a criança tenha fácil acesso ao vaso sanitário;

Utilize tapetes antiderrapantes em seu banheiro, para diminuir os riscos de queda.

CUIDADOS NA SALA E ÁREAS COMUNS

Se você tem filhos pequenos, as toalhas de mesa compridas deveriam estar proibidas em sua casa, porque muitas crianças se agarram apenas para se equilibrar ou para tentar ficar em pé. Se eles puxam a toalha, tudo o que estiver em cima da mesa como facas ou objetos pesados, líquidos quentes, copos de vidro e etc, vão pra cima deles e podem causar ferimentos graves.

Além disso, sacadas, janelas e escadas representam risco de vida direto e precisam ser isolados ou protegidos. Segundo dados da ONG, cerca de 40 crianças morrem por queda de janelas por ano no Brasil.

E quais seriam então os cuidados para essa área da casa?

– Prefira sempre toalhas curtas ou jogos americanos na mesa;

– Coloque antiderrapante nos tapetes para evitar quedas;

– Utilize portões de segurança nas escadas e se necessário instale telas de proteção ao longo dela;

– Instale também redes de proteção em janelas, sacadas e mezaninos;

– Verifique a existência de fios elétricos e providencie tampas nas tomadas baixas;

– Evite deixar móveis posicionados perto da janela, pois eles podem ser utilizados para escalar;

– Prefira cortinas com pano grosso e pesado e sem cordas, que são mais difíceis para a criança manusear e tem menor risco de estrangulamento.

CUIDADOS NA LAVANDERIA OU ÁREA DE SERVIÇO

Assim como a cozinha, esse espaço é um dos que mais exigem nossa atenção. Crianças pequenas podem se afogar em baldes com apenas 3cm de água.  Produtos de limpeza são facilmente confundidos com sucos, refrigerantes ou mesmo um brinquedo já que geralmente são coloridos. Os pequenos geralmente não resistem à tentação de experimentá-los.

Sabendo disso, bora para as dicas?

– Mantenha baldes e bacias sempre vazias e guarde tudo de cabeça pra baixo e longe do alcance das crianças;

– Tenha um armário para os produtos de limpeza ou mantenha-os no alto, trancados e sempre em seus recipientes originais, para não confundir os pequenos.

Proteger sua casa é essencial para evitar acidentes, mas antes de mais nada, explique desde cedo aos pequenos tudo o que pode e o que não pode ser feito dentro da sua casa, mostrando o que é permitido e o que não pode ser feito com aquele item específico.

Remédios e produtos de limpeza só devem ser manuseados por adultos. O fogão e o ferro de passar também são itens que devem ser exaustivamente explicados e monitorados.

Se seus filhos são muito novinhos, não adianta conversar. Então siga as dicas acima e crie barreiras que impeçam o acesso dos pequenos a qualquer perigo que possa existir em sua casa. Atenção até mesmo com plantas que podem ser tóxicas se ingeridas.

Esses cuidados também podem ser estendidos para idosos e animais de estimação. É importante ter telas de proteção nas janelas caso você tenha pets em sua casa ou mesmo pessoas idosas que podem se descuidar, desequilibrar e cair de uma sacada ou escada, por exemplo.

Explicar noções de segurança para crianças é essencial para evitar acidentes e situações de risco para os pequenos. É importante ser claro em relação a regras e sempre conversar sobre episódios possíveis, exemplificando o máximo possível para os pequenos entenderem. Fale a língua da criança e faça com que ela seja uma aliada, afinal, prevenir é sempre melhor que remediar!

E então, pronto para começar a repassar essas lições importantíssimas para seus filhos? Acha que nos esquecemos de algum detalhe? Comente aqui e compartilhe suas sugestões conosco!